domingo, 19 de outubro de 2014

Ruídos

(Luigi Russolo, A Arte do Ruído, 1912)

Os ruídos do dia me exauriram! 
E agora os meus pensamentos ruindo me tiram o sono
Resolvi escrever sobre o que meus olhos cansados são capazes de ver
nestas longas horas. 
E falar, a partir de hoje, dos imensos perigos, 
que existem neste lugar, e, lá fora...


Nenhum comentário:

Postar um comentário